28/05/2015 - Lazer
Parque de Águas Claras será fechado para carros



Parque de Águas Claras será fechado para carros

 

É acirrada a disputa de espaço no parque durante os finais de semana. Carros, ciclistas, skatistas e pedestres se espremem nas pistas da reserva.                                               

     O Parque de Águas Claras deve seguir o mesmo caminho do Parque Olhos D’Água, na Asa Norte. OInstituto Brasília Ambiental (Ibram) afirma que assim houver o transporte alternativo interno no parque, o estacionamento será fechado. O transporte será usado para a condução de gestantes, idosos, deficientes físicos e mães com crianças de colo. O Ibram justifica que “o parque é ecológico, diferente do parque da cidade”, o que permite este tipo de intervenção. A medida será implementada para conter a superlotação de veículos, que, por falta de espaço, invadem as áreas verdes, provocam acidentes, dificultam a coleta de lixo e atrapalham diversas práticas esportivas.

     Os usuários do espaço ecológico terão a opção de estacionar na área externa, próximo ao campus da faculdade Uniplan, na Avenida Pau Brasil. Em nota, o Ibram afirmou que “vai adotar a medida a fim de beneficiar os frequentadores, garantindo que eles possam usufruir ainda mais de todos os atrativos ecológicos, recreativos e de lazer oferecidos pela unidade”.

 

Estacionamento na entrada do parque não tem estrutura, mas é a área que comporta mais veículos estacionados.                                                      

     Frequentador do local, Fabiano Souza afirma que, quando o estacionamento for desativado, ele deixará de utilizar o parque. “É uma pena que o bem público não seja usado para atender os interesses do público. Espero que as autoridades, que nada mais são que servidores públicos, também deixem seus carros do lado de fora e se desloquem a pé, como os demais cidadãos”, protestou.

     O parque ecológico de Águas Claras recebe, em média, quatro mil pessoas nos finais de semana e feriados, e o número de veículos supera, em média, cinco vezes o limite da capacidade máxima do estacionamento interno da reserva. A Polícia Ambiental e a Polícia Militar serão responsáveis pela organização e monitoramento do tráfego de veículos no Parque Ecológico de Águas Claras.

     De acordo com o presidente da Associação dos Moradores de Águas Claras Vertical (Asmav), José Júlio de Oliveira, a comunidade apoia a restrição. “Somos favoráveis à medida e contrários à proibição total. Qualquer medida que venha a trazer benefícios ao cidadão e ao meio ambiente é sempre bem-vinda. Mas, aliado a isso, é preciso empreender outras ações visando causar o menor impacto possível na rotina dos usuários”.

Fonte: bsbcapital.com.br / fotos: Gustavo Goes

 

 

 

 




| Mais
Comentários
Comente
Nome:

Email:
não será publicado
Comentário:

Chave:
Enquete
 
Você é a favor de Barreiras Eletrônicas ao longo da Avenida Araucárias?




Votar    Ver resultados
 
Jornal de Águas Claras
© Todos Direitos Reservados