Estudo revela fatores de riscos para acidentes com motocicletas

Estudo revela fatores de riscos para acidentes com motocicletas

Uso de álcool ou drogas esteve presente em 57% dos acidentes fatais envolvendo moto, em 2018

Um levantamento realizado pela Gerência de Estatísticas do Departamento de Trânsito do Distrito Federal revela os principais fatores de riscos associados aos acidentes fatais envolvendo motocicletas. Dentre eles, destaque para o uso de álcool ou outras substâncias psicoativas, a perda do controle do veículo, a inexperiência, o excesso de velocidade e a direção muito próxima a outro veículo. Os fatores podem ter sido gerados pelo motociclista ou por qualquer outro envolvido no acidente.

De acordo com o levantamento do Detran-DF, o uso de álcool ou droga foi o principal fator  de risco nos acidentes envolvendo motocicletas nos anos de 2016, 2017 e no primeiro semestre de 2018. Em 2016, a moto esteve presente em 120 acidentes, sendo que em 33, ou seja, 27,5% deles, algum dos envolvidos havia consumido bebida alcoólica ou droga. No ano passado, foram registrados 85 acidentes com motocicletas, sendo que o uso de alguma substância psicoativa foi constado em 44 acidentes, o correspondente a 51,7%. No primeiro semestre de 2018, ocorreram 47 acidentes fatais envolvendo motos no DF, em 27 deles foi constado a presença de álcool ou droga, o equivalente a 57,4% do total.

A perda de controle do veículo foi verificada em 14 acidentes envolvendo motocicletas em 2016, nove em 2017 e cinco no primeiro semestre de 2018. A inexperiência foi fator preponderante em 11 acidentes no ano de 2016, oito em 2017 e sete em 2018. O excesso de velocidade foi constado em nove acidentes em 2016, seis em 2017 e três em 2018. Já a direção muito próxima a outro veículo, quando não se mantém a distância mínima de segurança, foi identificada em nove acidentes em 2016 e dois em 2017. Outro fator verificado foi o chamado tráfego no corredor, quando a motocicleta transita entre veículos de faixas adjacentes, em 2016 essa prática foi constada em dois acidentes fatais, no ano passado foi registrado em um acidente e neste ano em dois.

Dia do Motociclista

Nesta sexta-feira (27/07), é comemorado o Dia do Motociclista. No Distrito Federal, do total de 1.713.725 condutores, 402.039 estão habilitados a conduzirem motocicletas. O Detran-DF alerta os motociclistas a observarem a sinalização, não conduzirem veículo sem possuir a habilitação e não ingerirem bebida alcoólica ou outra substância psicoativa antes de dirigir. O diretor-geral do Detran-DF, Silvain Fonseca, observa ainda que todos os usuários da via devem ter práticas que evitem a ocorrência de acidentes. “É importante que os demais condutores sinalizem corretamente a intenção de mudança de faixa, mantenham uma distância de segurança dos demais veículos e que os pedestres estejam sempre atentos na hora de realizar a travessia na via”, ressalta Fonseca.

No ano passado, 257 pessoas morreram no trânsito do DF, sendo que 88 óbitos ocorreram em acidentes com motocicletas, desses 69 eram motociclistas, 12 pedestres e sete passageiros. Segundo o levantamento do Detran-DF, com base nos dados do Instituto Médico Legal (IML), em 2017, 113 vítimas fatais apresentaram resultado positivo para o uso de álcool ou droga. Os dados indicam que 15 motociclistas mortos haviam consumido drogas e 14 ingerido bebida alcoólica.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *